(47) 3273-5610

Blog Falcon Eletrônica

POR QUE ESCOLHER COMPONENTES ELETRÔNICOS DE BOA PROCEDÊNCIA PARA MONTAGEM DE PLACAS?

A escolha dos componentes eletrônicos para montagem de placas é algo delicado para empresas. Escolher itens de procedência duvidosa, o que, em um primeiro momento, tende a parecer vantajoso pelos preços atraentes, pode não ser a melhor escolha para gerar uma economia de custos.

Gerenciar os riscos, portanto, é um dos fatores que exigem mais atenção na hora de escolher seu fornecedor de componentes eletrônicos. Um fabricante com nome e experiência no mercado, pode oferecer à empresa redução de gastos aos fornecer um produto de maior qualidade.

Mas se você ainda se sente tentado em escolher um parceiro somente pelo preço, no artigo de hoje, explicamos porque é importante contar com componentes eletrônicos de boa procedência! Confira.

CONSIDERE OS CUSTOS ESCONDIDOS DENTRO DA OFERTA

Antes de escolher um fornecedor pelo preço, é preciso conhecer a história completa. Os componentes podem ser baratos, mas, também, muito baratos. Partes falsas não são raras, o que faz com que a suposta economia de custos seja uma aposta com altos riscos.

Escolhendo o fornecedor apenas pelo preço, você vai ter uma parte legítima que passará no seu controle de qualidade e sobreviverá nas mãos dos usuários tempo suficiente para superar a data da garantia? Provavelmente, não.

Também é preciso pensar nos outros custos envolvidos. Caso o fornecedor fique localizado em outro país, como a China, por exemplo, famosa por seus componentes baratos, é altamente provável que você tenha que fazer pelo menos duas viagens até lá Uma para encontrar uma fábrica, e outra para gerenciá-la enquanto a linha de montagem estiver sendo configurada e a produção começar.

Essas viagens vão lhe exigir um investimento que, muito provavelmente, não vão recompensar a economia com a escolha do fornecedor – isso sem contar que, as chances de ter componentes eletrônicos de boa procedência são reduzidas.

PENSE NOS ATRASOS E TEMPO DE ENTREGA

Se você estiver comprando componentes eletrônicos de um fornecedor de outro país, provavelmente, ele terá que enviar as peças para uma revisão. Isso leva tempo e pode gerar erros, uma vez que você precisa enviar fotos e diagramas para indicar revisões, que podem ser mal interpretadas. A alternativa seria estar lá, fisicamente, o que, como vimos, demanda um investimento alto.

É preciso considerar, também, o tempo de entrega da importação. Se seu fornecedor estiver na China, como no nosso exemplo, a entrega dos seus componentes pode levar meses. Além disso, ainda existe o risco de esperar todo esse tempo para, quando abrir a caixa, descobrir erros no seu pedido ou, pior ainda, ver que o que foi vendido como componentes de boa procedência, na verdade, não funciona conforme o esperado na montagem das placas.

FAÇA UM CHECKLIST ANTES DE ESCOLHER UM FORNECEDOR

Encontrar uma empresa fornecedora com componentes eletrônicos de boa procedência requer cuidados. Para ter certeza de que você não terá nenhum dos problemas que vimos, vale realizar um check-list e pensar nas seguintes questões antes de avaliar somente o preço:

  • Transparência do custo com a fabricação e envio dos componentes;
  • Disponibilidade para atender sua demanda;
  • Experiência no seu ramo e no tipo de componente que você exige;
  • Processo de fabricação seguro contra vazamento de segredos industriais;
  • Documentação detalhada sobre todas as interações do cliente e como o produto é montado;
  • Empregados trabalhando em boas condições e com ferramentas apropriadas para trabalho;
  • Garantia para os componentes comprados.

Tudo isso fará uma grande diferença para que sua empresa realmente economize custos com a compra de componentes eletrônicos de boa procedência.

E você, como escolhe os fornecedores para os componentes eletrônicos? Para garantir placas sem erros, leia, também, nosso post sobre como testar os componentes eletrônicos e até a próxima.